O Casarão do Verde: espaço arquitetônico do século XIX, desmembrado da Chácara de Francisco Paula Mattos em 1845 , acolhe hoje um Grupo de trabalho formado por arquitetos, ambientalistas, educadores ambientais, geógrafos, indigenistas e animadores culturais, entre outros, para desenvolver um Projeto de Artes aplicado à Educação Ambiental, através do Método EALA.

Atelier II: dois andares de atelier de desenho, pintura e trabalhos de arte educativos, inclusive reciclagem, no meio da copa das árvores. O aluno começa seu processo de integração ao meio ambiente de forma espontânea, ao descobrir através da arquitetura orgânica a simbiose entre a arte e a natureza acrescida da Educação Ambiental.  Ela esta aí: presente, a natureza fala a sua própria linguagem! Os ecossistemas foram preservados dentro do ambiente urbano. O Bairro de Santa Tereza funciona como uma "Ilha" dentro da cidade do Rio de Janeiro, a 10 minutos da Floresta da Tijuca, é sem duvida alguma um espaço privilegiado!

 Áreas externas:  anexo 2, pesquisas holísticas entremeadas no Ficus

Imponencia e beleza do ficus, dono absoluto do Casarão do Verde